Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque [permanente]

Conheça meus livros e me ajude a crescer!

BANCO INTER GOLPE: Fraudaram o cartão do inscrito do canal

Um golpe envolvendo uma das mais conhecidas fintechs. Um cliente vendo seu dinheiro sumir, E um inscrito do canal abandonado pelo suporte do banco...


Esse é um vídeo que não me agrada nem um pouco fazer, pois afetou um inscrito aqui do canal, o Walter. Que está sempre presente nos vídeos de economia e também nas nossas lives, pelo menos quando eu fazia. Uma pessoa que sempre foi legal comigo. E aqui, neste vídeo, vou compartilhar toda a história que ele me narrou, e fique até o final para você ficar sabendo do desfecho e de uma reviravolta.
Antes de seguir, é importante que você deixe seu like, para o Youtube levar este vídeo a mais pessoas. Comentar e compartilhar também é importante, e se me der esta alegria, se inscreva no canal.
O Walter é de Juiz de Fora, em Minas Gerais e está em temporada de férias no estado do Rio de Janeiro. E tem o Banco Inter como sua conta principal, recebendo salário, usando serviços e até administrando uma comunidade parceira aqui do canal. Ou seja, um cliente valioso para o Banco. Ele deveria ser bem cuidado, certo? Pois bem, não foi isso que aconteceu.
Os problemas do Walter começaram no dia 18/06, quando recebeu uma mensagem da Tim informava que seu número estava em processo de portabilidade, algo que não foi solicitado por ele. Claro que imediatamente ele informou ao InterCel que ele não solicitou esta portabilidade. Abriram um chamado e até onde eu sei, não deram retorno até a data que escrevi este roteiro.
No dia 22/06 chegou uma mensagem avisando que a portabilidade foi concluída, a mesma que ele avisou que não pediu. E é aí que começaram os problemas do Walter.
No mesmo dia 22 ele recebeu uma notificação de compra no valor de R$ 1699,98. Claro que o Walter correu para avisar o Inter que estavam usando a conta dele para fazer compras. Foi atendido pela Babi, a assistente virtual que pediu para ele bloquear o cartão, coisa que ele fez.
Mas, o problema continuou. Mesmo com o cartão bloqueado chegou outra notificação de compra, desta vez no valor de R$998,41. Para a mesma pessoa, uma tal de MARIANA DE OLIVEIRA, provavelmente uma laranja.
Ele entrou em contato, avisou para checarem o GPS, já que naquele momento ele estava em Cabo Frio, dentro do seu apartamento. O Inter se negou a informar o endereço das compras. E a informação que ele recebeu foi para acionar o seguro Liberty. Do problema do Banco Inter, o Walter foi sendo cozinhado em banho maria, mesmo avisando que apenas queria resolver a situação, pois tinha uma boa relação com o banco.
Ele também é Inter One, que em outras palavras, é um cliente que tem um relacionamento personalizado com o Inter, que levou benefícios para o Banco. É de se imaginar que ele seria melhor tratado.
Bem, a história do Walter teve um desfecho, me acompanhe até o final porque vem coisa interessante aí, mas ele não conseguiu a solução pelos meios normais. No dia 28, após fazer uma reclamação no site Reclame Aqui, finalmente o Inter se mexeu para fazer algo. E em resposta a sua reclamação o Walter teve finalmente seu dinheiro devolvido. Infelizmente, ele precisou recorrer a um site externo para resolver isso, uma pena, visto que o suporte foi moroso e negligente. Mas, tem mais coisa nesta história.
Então, você deve estar se perguntando como isso pode acontecer com ele? Bem, a única explicação é que os dados dele foram vazados, afinal, tudo começou com uma portabilidade de número telefônico. Indicando que alguém tinha acesso a documentos e dados sigilosos dele. A pergunta é, quem vazou isso? Bem, talvez tenhamos a resposta.
Depois que tudo parecia resolvido, tentaram fazer uma compra, sem sucesso, com um cartão virtual NuBank do Walter. Só que este cartão era utilizado UNICAMENTE para pagar a faculdade Estácio, onde o Walter, também já tinha usado um cartão virtual do Inter. 
Não sou do ministério público, por isso não posso decidir quem é culpado, mas no fim das contas, a Estácio tem que apresentar alguma explicação para o Walter. E o Inter também.
Nesta história tem vários problemas: O vazamento de dados, a negligência do Inter, e a ineficiência de parar uma fraude em andamento, mesmo o cliente avisando a tempo. Quem ficará com o prejuízo? Quase sempre sobra para o cliente.
Pessoal, eu sempre tive boas relações com o Inter, mas não posso fechar os olhos para isso. Fazer vídeos independentes é bem difícil, então, se puderem ajudar deixando pelo menos um like, já me ajuda. Se quiser doar qualquer valor, pode usar o botão valeu, minha chave PIX (contato@newbieaulas.com.br) nos comentários e descrição, ou o link do apoia-se na descrição.


Abraços e até a próxima!
Para encontrar mais aulas como esta, ou outras diferentes, acesse nosso índice clicando aqui!

Comentários

Postagens mais visitadas